Por que todos precisamos aprender ciências?

As ciências estão tão presentes no cotidiano e de forma tão natural que muitas vezes nem percebemos. Por exemplo, consertos simples que realizamos em casa envolvem conhecimentos sobre circuitos elétricos. Ler uma bula de remédio e interpretar uma conta de luz são outros exemplos do uso de conhecimentos básicos em ciências. Há também os temas que envolvem decisões políticas, como aborto, mudanças climáticas, alternativas energéticas, transgênicos, tecnologia nuclear, produção de alimentos, abastecimento público, poluição, dentre outros. A lista dos assuntos que trazem a ciência para nosso cotidiano é enorme.

A evolução tecnológica é diária e incorporamos isso na mesma velocidade. Olhe seu celular que virou smartphone. O seu livro se transformando em e-reader. É fácil ver pessoas pelas ruas utilizando seus tablets, aparelhinhos que os conectam ao mundo, ao trabalho e à família. Logicamente, um usuário comum não precisa saber como os processadores e telas touch screen funcionam. Mas existe alguém que cria e desenvolve esses equipamentos.

Criar e desenvolver significa agregar valor a produtos, portanto é algo ligado ao desenvolvimento econômico. Quem são as pessoas que fazem isso? Como eles são estimulados a seguir as carreiras científicas e tecnológicas? Passamos por uma crise, que tende a crescer. Faltam técnicos, engenheiros e cientistas. Mas, afinal, estamos falando sobre economia ou ciência agora? Sobre ambos. A cultura científica, aprendida na escola, desde o ensino fundamental e depois ampliada e difundida através da popularização da ciência, pode ajudar a mudar esse quadro.

Continue lendo em: http://porvir.org/porpensar/por-todos-precisamos-aprender-ciencias/20131007