Educação a distância no Brasil pode dobrar em 5 anos

Com 25% do total de matrículas do ensino superior, o ensino a distância no Brasil deve dobrar o número de alunos em cinco anos. Segundo Pedro Graça, diretor-executivo de operações de ensino a distância da Estácio Participações, a expectativa é que essa modalidade possa alcançar 45% do ensino superior no país nos próximos anos.

Conforme os dados do Censo da Educação Superior, o EAD encerrou o ano de 2012 no Brasil com 1,2 milhão de alunos matriculados. “O ministro (da Educação) Henrique Paim demonstrou interesse por parte do governo em fomentar essa modalidade de ensino, até mesmo para atender a meta do Plano Nacional de Educação (PNE) sobre a expansão do ensino superior, que hoje está muito aquém do previsto”, afirmou Sólon Caldas, presidente da Associação Brasileira das Mantenedoras do Ensino Superior.

“A tendência é o número de alunos dobrar nos próximos cinco anos”, disse à Reuters o diretor da Associação Brasileira de Ensino a Distância (Abed), Carlos Longo. Os dados do Censo da Educação Superior divulgado em setembro do ano passado mostraram que o EAD no Brasil encerrou 2012 com 1,2 milhão de alunos matriculados, ante um total de 7 milhões do sistema total.

Continue lendo em:http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/ensino-a-distancia-no-brasil-pode-dobrar-em-5-anos