Apps de celular fomentam a leitura, diz estudo da Unesco

Em países com altos índices de analfabetismo, programas dedicados podem aumentar a prática em mais de 60%

Segundo relatório da ONU, dos 7 bilhões de habitantes do planeta, apenas 4,5 bilhões têm acesso a banheiros. Mas 6 bilhões já possuem acesso ao telefone celular, o que torna o dispositivo uma ferramenta poderosa. Com a tecnologia móvel tão disseminada e presente em todas as camadas da sociedade, os celulares podem fomentar a leitura em regiões onde o acesso aos livros é mais difícil. A constatação faz parte do relatório Lendo na Era do Celular, divulgado recentemente pela Unesco.

A partir da pesquisa feita em parceira com a empresa Nokia e a ONG Worldreader, a Unesco mapeou os hábitos de leitura de mais de 4.000 pessoas em sete países da África onde o analfabetismo atinge mais de 40% da população (Etiópia, Gana, Índia, Quênia, Nigéria, Paquistão e Zimbábue). A entidade constatou que as pessoas que mantêm aplicativos de leitura instalados no celular leem 62% mais do que quando tinham disponíveis apenas livros em papel.

Leia na íntegra em: http://http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/apps-de-celular-fomentam-a-leitura-diz-estudo-da-unesco